Buscar

Os segredos para a impressão perfeita da cor preta!

Quando utilizamos a cor preta no desenvolvimento das nossas artes precisamos tomar alguns cuidados para não termos algumas surpresas desagradáveis, como por exemplo, manchas, transferência da cor e variação da tonalidade, no nosso material depois de impresso.


Para isso preparamos esse post que vai te auxiliar com a forma correta de utilizar a cor preta na arte do seu material que será impresso.


Tipos de preto

Você deve estar se perguntando agora “mas preto não é tudo igual?”, e nós te respondemos, que não. Confira a seguir os tipos de preto utilizados para impressão.


Preto Carregado

Esse tipo de preto não é aceito na impressão por conta da sobrecarga de tinta que é liberada a impressão pode ficar borrada ou fazer que uma folha cole na outra. Conseguimos identificar que o preto está carregando quando a somamos os 4 canais de cores da CMYK e essa soma é superior a 320%, como mostra o exemplo a seguir.


Canais de cores CMYK, com a porcentagem do preto carregado
Composição do Preto Carregado

Agora que já te demos o exemplo de um preto carregado, vamos te explicar como identificá-lo nos principais programas utilizados para desenvolvimento de arte.


CorelDRAW

Abra o arquivo que deseja verificar e selecione a ferramenta Conta-Gotas de Cor. Com a ferramenta selecionada você irá posicioná-la nas áreas que estão em preto na sua arte e fazer a soma dos 4 canais do CMYK, para saber se está ultrapassando 320.


Ex.: C:85 + M:85 + Y:100 + K:100 = CMYK: 370% = Preto Carregado


Illustrator e Photoshop

Após abrir o arquivo no programa, selecione a ferramenta Conta-Gotas de Cor (letra i no teclado) e posicione na área preta que deseja verificar. Feito isso, abra o painel seletor de cor, dando 2 cliques no quadrado que está aparecendo a cor selecionada e faça a soma dos quatros canais do CMYK.


Como Corrigir o Preto Carregado

Depois de ter identificado o preto carregado na sua arte, como explicamos anteriormente, você vai abrir a janela de gerenciamento de cores do seu programa e diminuir a porcentagem das cores de modo que não ultrapasse 320%.


Ex.: C:70 + M:50 + Y:100 + K:100 = CMYK: 320%


Preto Puro

A configuração correta do preto puro é C:0 M:0 Y:0 K:100.

Canais de cores CMYK, com a porcentagem correta para o preto puro
Composição do Preto Puro

É a tonalidade mais recomendada para ser utilizada em textos e objetos, tanto na impressão offset, quanto na impressão digital. Esse tipo de preto não é recomendado na utilização do fundo das artes, pois o seu material poderá ficar com um tom de marrom escuro.


Preto Fundo

Como o próprio nome já diz, essa tonalidade de preto é recomendada para ser utilizada no fundo das artes. Porém é indicada somente para materiais que serão impressos em offset, pois se utilizado para impressão digital o resultado será um material com um tom azulado.

A composição dessa tonalidade é C:40 M:0 Y:0 K:100, como mostra a figura a seguir.


Canais de cores CMYK, com a porcentagem correta para o preto fundo
Composição do Preto Fundo

O preto fundo serve para que o impresso não fique com um tom aparentemente desbota, sendo muito utilizado em materiais como: folder, pastas, flyers, panfletos, entre outros.



Preto Contorno

Essa tonalidade de preto é utilizada para proteger os textos que estão a frente de um fundo preto, funcionando como uma barreira para que a tinta não invada as letras durante a impressão, deixando o texto mais nítido no material impresso. A composição dessa tonalidade é C:1 M:1 Y:1 K:100, como ilustra a imagem a seguir.

Canais de cores CMYK, com a porcentagem correta para o preto contorno
Composição do Preto Contorno

Esperamos que essa dica seja muito útil para você na hora de elaborar o material que irá enviar para a gráfica, e qualquer dúvida é só deixar aqui nos comentários que nós respondemos. Até o próximo post ;)




Os segredos para a impressão perfeita da cor preta